Fragilizada após revés em eleição, May pode adiar agenda de novo governo (Foto: Reprodução)

(Foto: Reprodução)

 

Com o Partido Conservador digerindo a perda de sua maioria na eleição da semana passada, funcionários do governo sugerem que o anúncio da agenda do primeiro-ministro, conhecido como Discurso da Rainha, e as discussões sobre a saída da União Europeia podem ser adiadas.
A Sky News informou que o discurso seria postergado por alguns dias -algo raro em um país onde o cronograma da rainha é determinado com meses de antecedência.
De acordo com o jornalista político da BBC Norman Smith, esta decisão, que não foi oficialmente confirmada, deve-se às mudanças no discurso escrito pelo governo.
Muitos analistas consideram que o fracasso na eleição prejudicou a estratégia de May para o “brexit”, o que pode forçá-la a abandonar a ideia de um “brexit duro” e manter o país na união alfandegária e no mercado único europeu.
Nesta segunda-feira (12), May promove uma reunião com deputados do Partido Conservador, furiosos com o revés registrado nas eleições legislativas da semana passada, que os obriga a buscar um acordo com um partido ultraconservador da Irlanda do Norte.
Fragilizada depois de perder a maioria absoluta no Parlamento, a primeira-ministra terá que prestar contas do fracasso inesperado, pois há algumas semanas as pesquisas eram amplamente favoráveis à chefe de governo.
Boris Johnson, que foi confirmado no ministério das Relações Exteriores, negou os boatos que apontam sua intenção de suceder May. Em texto publicado no tabloide “The Sun”, Johnson ressaltou que os conservadores ganharam mais votos do que em qualquer momento desde Margaret Thatcher e ainda são o maior partido no Parlamento.
“Aos que dizem que a primeira-ministra deve renunciar ou que devemos celebrar novas eleições ou inclusive, Deus nos livre, um segundo referendo, afirmo que esqueçam”, escreveu.
Com as pesquisas de opinião mostrando que os conservadores tinham larga vantagem sobre o Partido Trabalhista, May convocou uma eleição antecipada na esperança de aumentar sua maioria no Parlamento e fortalecer sua posição nas negociações de “brexit”.
Em vez disso, a eleição tirou de May sua maioria e obliterou sua autoridade política. Os conservadores estão agora tentando garantir o apoio dos 10 legisladores do partido unionista democrático da Irlanda do Norte para garantir a passagem do programa de maio.

Fonte: FolhaPress

Compartilhe: Share on FacebookShare on Google+Tweet about this on TwitterShare on LinkedIn
http://xinguaraativa.com.br/wp-content/uploads/2017/06/destaque-423284-may.jpghttp://xinguaraativa.com.br/wp-content/uploads/2017/06/destaque-423284-may-150x150.jpgGesiel TeixeiraMundoFragilizada após revés em eleição,May pode adiar agenda de novo governo
  Com o Partido Conservador digerindo a perda de sua maioria na eleição da semana passada, funcionários do governo sugerem que o anúncio da agenda do primeiro-ministro, conhecido como Discurso da Rainha, e as discussões sobre a saída da União Europeia podem ser adiadas. A Sky News informou que o discurso...